A manutenção predial envolve todos os componentes de uma edificação, é uma das ferramentas principais para prevenção das manifestações patológicas como; infiltrações, mofos, entupimentos, mau cheiro, perda de garantias, problemas estes que estão diretamente ligados a qualidade de vida, segurança e bem-estar dos moradores.

Todos os componentes de um edifício possuem vida útil determinada conforme a norma de desempenho ABNT NBR 15.575/2013, que prevê em sua primeira parte os direitos e deveres dos envolvido no ciclo da construção civil, desde sua concepção. Entre as responsabilidades determina, cabe as construtoras ou incorporadoras fornecer ao morador e sindico um manual do proprietário, contendo todas as informações de manutenções, uso e operação do edifício, a fim de orientar o morador dos seus deveres e garantias.

A manutenção predial configura-se como ferramenta útil e obrigatória para verificação das condições de conservação das edificações, assegurando que o patrimônio não tenha uma depreciação acelerada, não gere riscos e prejuízo aos moradores.

Infelizmente a prática de manutenção, ainda não é muito difundida no Brasil, ou seja, quando se fala em imóveis, poucos são os usuários que realizam a manutenção preventiva tão adequadamente quando o fazem para outros bens, como automóveis etc, simplesmente esperam aparecer as manifestações para ai sim realizar o reparo, muitas vezes gerando um custo muito maior do que tivesse feito a manutenção preventiva acontecendo de forma periódica, os problemas são identificados logo no começo.

Para garantir a maior vida útil do imóvel somente será possível através de uma manutenção adequada, a qual deverá fazer parte de uma gestão predial eficiente, a gerência do condomínio ou suas administradoras devem conhecer os conceitos e métodos da manutenção preventiva para as varias fazes da edificação a fim de garantir que seja executado e equalizado com o fundo financeiro do condomínio.

Na figura 1. Pode-se verificar a influência das ações de manutenção em uma edificação, as quais são necessárias para garantir e prolongar a vida útil que a estrutura foi planejada.

Referências técnicas
ABNT NBR 5674:2012 Manutenção de edificações — Requisitos para o sistema de gestão de manutenção.
ABNT NBR 15.575:2013 Edificações habitacionais – Desempenho. Esse texto engloba conceitos como vida útil das construções e garantia legal, e define responsabilidades de projetistas, construtores, incorporadores e fornecedores de produtos, bem como dos usuários.
ABNT NBR 16.747 Inspeção Predial, que traz diretrizes, conceitos, terminologia, requisitos e procedimentos.

Artigo elaborado pelo Engº Francisco Enoir
Diretor técnico da Premier Engenharia Diagnóstica.
www.premiered.com.br

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *